6 dicas para uma casa sustentável

Olá, a dica de hoje é para deixar sua casa verde, mas verde no sentido de ecologicamente correta colaborando assim com o meio ambiente e com a economia financeira.

Construir uma casa sustentável com tecnologias modernas, infelizmente, ainda não faz parte da realidade de boa parte dos brasileiros. Entretanto, com pequenas atitudes e escolhas bem pensadas é possível aplicar técnicas simples e sustentáveis.

Em uma construção sustentável o conceito ecológico deve levar em consideração o menor custo possível dos recursos naturais e sempre optar pelos materiais de boa resistência e longa duração. Se os produtos forem reaproveitados de outra construção é ainda melhor. Se puder, use madeiras reaproveitadas e tintas à base de água.

Confira as dicas verdes dos profissionais selecionadas pela Revista Vida Simples:

1. Compre os materiais que precisa em locais próximos

Não adianta economizar no material e gastar no combustível. Prefira comprar os materiais da construção perto de sua residência evitando gasto desnecessário com transporte.

2. Reutilize materiais antigos

Quando for reformar sua casa use materiais de demolição que são retirados de casas antigas, como madeiras, pisos de tábua corrida, tijolos maciços, telhas, portas e janelas. A madeira de uma cômoda velha, por exemplo, pode ser aproveitada para construção de novos materiais ou pode ainda ser reformada.

3. Área verde

Outra dica é manter plantas e flores dentro de casa para refrescar o ambiente. Com elas, o uso de ventilador e ar condicionado pode ser reduzido. Se tiver espaço para ter um jardim, coloque um piso que drene bem a água da chuva para reaproveitar na rega do local ou faça um projeto simples de calhas para captar a água.

4. Horta orgânica

Faça sua própria horta, em vasos, para cultivar seus temperos. Feitos em casa, os alimentos são mais saudáveis e saborosos, pois não possuem agrotóxicos.

5. Tintas ecológicas

Opte pelas tintas à base de água que são consideradas ecológicas. Elas não têm cheiro e contribuem para a melhor respiração e transpiração das paredes, uma vez que as comuns possuem componentes tóxicos que podem causar alergias às pessoas e animais.

6. Mudança de atitudes

Talvez o principal item desta lista seja a disposição em aplicar tais conceitos. Para isso é preciso uma mudança de atitudes dos moradores, como implantar a coleta seletiva, economizar energia elétrica, demorar menos tempo no banho e reduzir o desperdício de água ao executar tarefas domésticas. Enfim, pequenas atitudes é que fazem a diferença.

Redação CicloVivo

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>