Dia Internacional da Mulher. Prevenção: para viver mais!

Olá amores,

neste dia maravilhoso vamos bater um papo super importante – PREVENÇÃO! Todos sabemos que saúde deve estar sempre em primeiro lugar por isto hoje uma renomada ginecologista irá orienta-la sobre os exames preventivos para cada idade e periodicidade ideal. Confere ai!

Último dado do Ministério da Saúde, divulgado em outubro do ano passado, dá conta de que a mortalidade feminina caiu 12% entre os anos 2000 e 2010. Neste período, a taxa de óbitos diminuiu de 4,24 para 3,72 para cada grupo de 100 mil mulheres.

Ainda segundo o Ministério, as principais causas de mortes femininas em 2010 foram doenças do aparelho circulatório, como Acidente Vascular Cerebral (AVC), e o infarto. Juntos, esses dois males respondem por 34,2% das mortes de mulheres no ano em questão.

Já não é novidade que muitos desses óbitos poderiam ser evitados com boa alimentação, atividade física e, principalmente, prevenção.

Pensando nisso,  a ginecologista e obstetra coordenadora do Programa Estadual do Adolescente da Secretaria de Saúde do Estado de São Paulo, Albertina Duarte, para orientar nossas leitoras sobre os exames que devem ser realizados em cada fase da vida e com qual periodicidade para prevenir ou diagnosticar já no início doenças como câncer de mama, colo do útero e tiroide, hipertensão, osteoporose, problemas cardíacos, entre outros.

É de extrema importância ressaltar que as orientações não consideram mulheres com antecedentes de doenças ou que já apresentem alguns sintomas. A ideia é despertar e orientar as leitoras para a importância da prevenção.

Exames Preventivos:

  • Ultrassonografia pélvica e transvaginal: apresenta diagnóstico precoce que identifica os tipos de ovários e se são policísticos
  • Papanicolau: exame identifica a presença de câncer de colo de útero e se apresenta infecções na região genital feminina
  • Mamografia: a partir dos 40 anos de idade mas, pode ser feita bem antes.
  • Ultrassonografia da tireoide: recomendado que o exame seja feito a cada dois anos
  • Densitometria Óssea: serve para medir a densidade dos ossos a fim de diagnosticar a osteoporose e avaliar riscos de fraturas.
  • Dosagem Hormonal: deve ser feito pelo menos uma vez ao ano. Já as mulheres que fazem reposição hormonal devem fazer a cada 6 meses.
  • Ecocardiograma:  Muitos problemas cardiológicos podem ser confundidos com outros males, como problemas digestivos. Se não houver nenhum sintoma, passa a ser fundamental a partir dos 40 anos.
  • Pressão Arterial: cada ida ao médico deve ser feita a avaliação da pressão arterial, até mesmo em crianças.
  • Avaliação Odontológica: pouca gente sabe mas, quando agravadas as doenças odontológicas podem causar diversos problemas no organismo, inclusive coração.
  • Avaliação Oftalmológica: A partir dos 40 anos, deve ser feito o exame de fundo de olho e medição da pressão ocular.
  • Colonoscopia: Esse exame é usado para identificar presença de câncer ou lesões no intestino e para diagnóstico de doença inflamatória intestinal. Deve ser afeita a partir dos 50 anos.
  • Exame de fezes: verifica amostras de fezes com vestígios de sangue que não pode ser visto a olho nú. Deve ser feito a partir dos 45 anos.
  • Ultrassonografia do abdômen total: deve ser feita aos 45 anos. Avalia alterações no fígado, vesícula biliar, rins, pâncreas, bexiga e grandes vasos.
  • RX do pulmão: fumantes há mais de 10 anos devem fazer RX do pulmão para avaliar as condições do órgão e estruturas internas.

Fonte: Destak

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>