Você sabia? Quanto mais fios, melhor a qualidade.

A quantidade de fios é um ponto chave para a qualidade de lençóis, fronhas e colchas, assim como para justificar a diferença de preços no mercado, como explica Rodolfo Trussardi. “Quanto mais fios, mais gostoso e sedoso”, afirma. Ele diz que, quando se fala em 300 fios, por exemplo, significa que tem essa quantidade dentro de cada polegada quadrada. Ressalta, ainda, que há diferenças entre tecidos com o mesmo volume de fios, porque a origem influencia.

O fio egípcio, de 350 a 1.400 fios, é o mais valorizado algodão, diz Trussardi. Possui fibras mais longas, o que oferece um acabamento de alta qualidade e toque macio. “É puro, sem sujeiras”, comenta. O valor que se paga é proporcional à qualidade, por conta de todo aconchego, toque acetinado, brilho e maciez que oferece. Um jogo de lençol de 400 fios (algodão egípcio, fibras longas selecionadas e penteadas) pode chegar a R$ 800, cita o relações públicas de uma grande rede de lojas do ramo, Armando Casulli. “Para um modo de vida mais econômico e igualmente confortável, recomendamos o uso de tecido 100% algodão sempre. Porém, a partir de 200 fios”, destaca.

O acabamento é outro item importante, como o clássico trabalho em bordado, o aplique de renda richelieu (aquele das rendeiras do Nordeste), o ponto ajour, o matelassê, o crochê e as estampas insensíveis ao toque. “Acabamento como o bordado é muito clean e sofisticado, o que dá o charme ao produto”, avalia Trussardi.

Fonte: Guia Casa

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>